top of page

Jung na encruzilhada

Jung na encruzilhada Por Adriana Facina

RESUMO: Dra. Adriana Facina faz um passeio pela teoria junguiana trazendo como mote para discussão o orixá Exu e a vitória da escola de samba Acadêmicos do Grande Rio no carnaval carioca de 2022. Cita trabalhos importantes na área que já abordaram a temática. De acordo com a autora, “Ler Jung a partir de Exu é fazer festa, é botar o psiquiatra suíço para dançar na rua e se comunicar com o tempo do agora. É propor reflexões abertas, cruzos, ampliar possibilidades terapêuticas e de análises sócio-históricas. Como princípio descolonizador, Exu se incorpora em Jung, gargalha, cospe marafo e recusa certezas, ortodoxias e estagnações, desestabilizando eurocentricidades. Comunicação, movimento, dinamismo, criatividade, transformação: elementos comuns a Exu e à psicologia analítica.”






13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page